4 SITUAÇÕES DE USO DA PALAVRA “PREGO” [COM VÍDEO]

Você chega na Itália, ainda no aeroporto esbarra em alguém que está passando do seu lado e sem graça você diz “Scusa”, e recebe como resposta “Prego“.

Você está super animado para suas férias e louco para “treinar” o idioma que você há pouco tempo tinha acabado de conhecer!

Você se dirige à habitual fila para carimbar o passaporte, o senhor da sua frente está um pouco atrapalhado, procurando algo na bolsa. Logo, você pensa “vai ver não consegue achar o passaporte dele.”

O atendente do guichê chama pelo próximo. Era a vez do senhor, que rapidamente se vira para você e diz “Prego” apontando para você se dirigir ao atendente. Você responde com um “grazie” quase que por instinto…

E você pensa: “Acho que já ouvi essa palavra antes… mas que estranho: Italianos não usam a palavra prego só para responder ao Grazie?”.

Bom, tudo bem, você finalmente está em solo italiano… mas é quase 13:00 e você está morrendo de fome.

Pára no primeiro restaurante que vê e pensa: “Caspita! É hora de colocar em prática o meu italiano”.

Você meio sem pronunciar direito as palavras (afinal, você acabou de chegar e está “esquentando o seu italiano” ainda) faz o seu pedido ao garçon que faz um certo esforço para te entender.
Assim que você acaba a frase, aquele homem com cara de ponto de interrogação solta a seguinte pergunta: “Prego?

Você logo pensa: “Ué, será que as pessoas aqui não falam outra coisa não!”
Como você viu que ele ficou parado, você acha melhor apontar no cardápio o que você quer!
Ótimo, funcionou!

Após poucos minutos, o garçon chega com aquele suculento prato de spaghetti e ao deixar na sua frente, com um sorriso simpático te diz… adivinha o que?…

Prego!

Pronto, era o que bastava para a dúvida reinar na sua cabeça… “Afinal, quando se usa a bendita palavra prego por aqui?”

Se essa cena te pareceu familiar, e você também tem dúvidas em quando se usa essa palavra tão falada por nós italianos não deixe de assistir a esse vídeo e conhecer 4 situações do uso da palavra “Prego”.

Gostou do artigo? Não deixe de compartilhar e comentar! 😉

Comentários